Apagão

•novembro 2, 2008 • Deixe um comentário

Não sei porque, mas as pessoas ficam impressionadas com o escuro, talvez seja uma reação natural, instintiva, ou talvez sejamos um bando de antas desacostumadas, talvez tenha até uma relação com a história. Pode ser que o nosso subconsciente esteja de alguma forma ligado ao passado de uma era primitiva, onde as pessoas moravam nas cavernas , não tinham fogo ou qualquer outra coisa para iluminá-las além da lua e das estrelas, o que talvez explique também o porque de acharmos a lua e as estrelas tão fascinantes.

Quando ocorre um apagão, a primeira reação das pessoas é uma das duas : morrer de medo, ou adorar a situação e querer aproveitá-la . As pessoas que morrem de medo devem ter medo talvez da sociedade, talvez de monstros inexistentes, mas só o que sabemos é que elas se limitam a norte e a sul, se fecham em um círculo e não conseguem enxergar a parte boa da situação, ficam paradas – estáticas , ao contrário dos que aproveitam pra fazer novas descobertas às escondidas, dos que não se limitam.

Acredito, realmente, que o medo só nos impede de ver o lado bom das coisas, assim como o escuro limita nossa visão, então os que se cercam associam o escuro com isso, apesar de não deverem . Afinal de contas, se tiver algum headbanger no shopping querendo uma oportunidade pra assassinar alguém, ele fará isso no escuro ou no claro, se você estiver parado ou andando.

carpe diem.

Anúncios

Tudo sobre o novo Guitar Hero: World Tour.

•outubro 21, 2008 • 8 Comentários

Guitar Hero IV

Título: Guitar Hero IV: World Tour
Plataformas: Playstation 2, Playstation 3, Wii, XBox 360, PC e Nintendo DS;
Data de Lançamento: 10/9/08 (Playstation 2)
Preview
Guitar Hero IV: World Tour é a próxima seqüela para o Jogo de música da série Guitar Hero, e será desenvolvido pela Neversoft e publicado pela RedOctane e Activision, será lançada final de 2008. O jogo está previsto para ser disponível para o XBox 360, PlayStation 2, PlayStation 3, e Wii Consoles.

Apesar de o jogo continuar na característica de um simulador de guitarra para imitar e tocar a guitarra de um verdadeiro rockstar, Guitar Hero World Tour será expandida para incluir também o uso de percussão e vocais periféricos, muito como banda de rock.

Além disso, segundo o Game informer, o jogo irá permitir aos usuários criarem suas canções e podem também ser capaz de enviar e compartilhar outras músicas com outros usuários.

Ver Mais:
http://games.terra.com.br/interna/0,,OI2886159-EI1702,00.html
http://jogos.uol.com.br/ultnot/finalboss/2008/05/13/ult3277u16189.jhtm

 

Jogabilidade
O jogo acrescenta, em um “Easy Ritmo”, a dificuldade baixa da Guitarra que se destina a permitir que os pais tenham os seus filhos a participar mais no jogo, às notas são geralmente simples linhas retas no tempo com Baixo, Bateria e só requer qualquer botão a ser realizado enquanto a nota é acertada.

O Baixo-Guitar foi dada nova mecânica, inclusive simulando a abrir E-String em Baixo-Guitar durante o jogo.

O Baterista irá activar o Star Power Flagrante por ambas as almofadas címbalo sobre o controlador, ao mesmo tempo, o baterista também terá seções especiais de canções em tambores aberta para solos, Enfatizou uma coreografia sobre jogos sobre Bateristas.

Os Boss Battles que estiveram presentes em Guitar Hero III: Legends of Rock, vão voltar com novos personagens; no entanto, o modelo foi ajustado para eliminar o foco sobre Ataque Power-Ups.

Customização
Os usuários poderão utilizar um “Create-a-Rocker”, baseado no similar “Create-a-Skater” do jogo Tony Hawk’s da série Neversoft e do avançado caráter de sistema de criação a partir do Tiger Woods PGA Tour série.

Os jogadores serão capazes de afetar o seu personagem na pose, vestuário, tatuagens, maquiagem, e idade. Selecionando personagens de jogos anteriores Guitar Hero também estará disponível como modelos partida para a criação de um Rocker.

Como resultado da presente ação judicial com Guitarras Gibson, o jogador também será capaz de personalizar as suas próprias guitarras para o jogo com um grau elevado. Beria conjuntos serão também personalizável.

 

Instrumentos
De acordo com o Game informer a RedOctane está a desenvolver um Novo Guitar Control para o jogo que está vinculado a um novo sistema mecânico, a fim de “Tornar a guitarra de expressões para uma Guitarra Real” dibulgado pelo promotor Scott Pease.

Embora a mudança real não é ainda conhecida, Game informer sugere que ela pode envolver tanto traste, deslizamento ou improvisação de seções.

Guitar Hero World Tour irá acrescentar dois novos instrumentos, Bateria e Vocais. Game informer’s Preview revelou que um pedaço de seis tambores controladores será desenvolvido para o jogo, com Duas Lonas Címbalo, Um Logro, Dois TOMS, e Um Pedal.

O tambor Kit foi concebido com a ajuda de John Devacka, que é creditada a criação da primeira música do jogo, Drumscape MTV, que desenvolveu e patentes-chave utilizadas para a música mais moderna dos jogos que estão atualmente detidas pela Activision.

Os tambores também estão a ser notificados “Velocidade Sensíveis”, embora o modo como isto se traduz na jogabilidade ainda não é conhecido. Activision tinha prometido que o tambor conjunto será o “Tambor experiência cada vez mais realista em um jogo de Vídeo-Game”.

Precisa-se Saber se será compativel com a Bateria do Rock Band ou o próximo Rock Revolução será compatível com Guitar Hero World Tour.

Set List
Segue abaixo a lista:
— 311 – “Beautiful Disaster”
— 30 Seconds To Mars – “The Kill”
— Airbourne – “Too Much Too Young”
— The Allman Brothers Band – “Ramblin’ Man”
— Anouk – “Good God”
— The Answer – “Never Too Late”
— At The Drive-In – “One Armed Scissor”
— Beastie Boys – “No Sleep Till Brooklyn”
— Beatsteaks – “Hail to the Freaks”
— Billy Idol – “Rebel Yell”
— Black Label Society – “Stillborn”
— Black Rebel Motorcycle Club – “Weapon of Choice”
— blink-182 – “Dammit”
— Blondie – “One Way or Another”
— Bob Seger & The Silver Bullet Band – “Hollywood Nights”
— Bon Jovi – “Livin’ On A Prayer”
— Bullet For My Valentine – “Scream Aim Fire”
— Coldplay – “Shiver”
— Creedence Clearwater Revival – “Up Around The Bend”
— The Cult – “Love Removal Machine”
— Dinosaur Jr. – “Feel The Pain”
— The Doors – “Love Me Two Times”
— Dream Theater – “Pull Me Under”
— The Eagles – “Hotel California”
— The Enemy – “Aggro”
— Filter – “Hey Man, Nice Shot”
— Fleetwood Mac – “Go Your Own Way”
— Foo Fighters – “Everlong”
— The Guess Who – “American Woman”
— Hush Puppies – “You’re Gonna Say Yeah!”
— Interpol – “Obstacle 1”
— Jane’s Addiction – “Mountain Song”
— Jimi Hendrix – “Purple Haze (Live)”
— Jimi Hendrix – “The Wind Cries Mary”
— Jimmy Eat World – “The Middle”
— Joe Satriani – “Satch Boogie”
— Kent – “Vinternoll2”
— Korn – “Freak On A Leash”
— Lacuna Coil – “Our Truth”
— Lenny Kravitz – “Are You Gonna Go My Way”
— Linkin Park – “What I’ve Done”
— The Living End – “Prisoner of Society”
— Los Lobos – “La Bamba”
— Lost Prophets – “Rooftops (A Liberation Broadcast)”
— Lynyrd Skynyrd – “Sweet Home Alabama (Live)”
— Mars Volta – “L’Via L’Viaquez”
— MC5’s Wayne Kramer – “Kick Out The Jams”
— Metallica – “Trapped Under Ice”
— Michael Jackson – “Beat It”
— Modest Mouse – “Float On”
— Motorhead – “Overkill”
— Muse – “Assassin”
— Negramaro – “Nuvo
 

— Negramaro – “Nuvole e Lenzuola”
— Nirvana – “About a Girl (Unplugged)”
— No Doubt – “Spiderwebs”
— NOFX – “Soul Doubt”
— Oasis – “Some Might Say”
— Ozzy Osbourne – “Crazy Train”
— Ozzy Osbourne – “Mr. Crowley”
— Paramore – “Misery Business”
— Pat Benatar – “Heartbreaker”
— R.E.M. – “The One I Love”
— Radio Futura – “Escuela De Calor”
— Rise Against – “Re-Education Through Labor”
— Sex Pistols – “Pretty Vacant”
— Silversun Pickups – “Lazy Eye”
— Smashing Pumpkins – “Today”
— Steely Dan – “Do It Again”
— Steve Miller Band – “The Joker”
— Sting – “Demolition Man (Live)”
— The Stone Roses – “Love Spreads”
— Stuck In The Sound – “Toy Boy”
— Sublime – “Santeria”
— Survivor – “Eye of the Tiger”
— System of a Down – “B.Y.O.B.”
— Ted Nugent – “Stranglehold”
— Ted Nugent’s Original Guitar Duel Recording
— Tokio Hotel – “Monsoon”
— Tool – “Parabola”
— Tool – “Schism”
— Tool – “Vicarious”
— Trust – “Antisocial”
— Van Halen – “Hot For Teacher”
— Willie Nelson – “On The Road Again”
— Wings – “Band on the Run”
— Zakk Wylde’s Original Guitar Duel Recording

Review – Google Chrome

•setembro 10, 2008 • 4 Comentários

Uma lista simples de 5 razões do porquê você deve começar a usar o Chrome:

  1. O arquivo é só 475kb
  2. Interface mais limpa entre os navegadores
  3. O que importa é a “tab” ativa, se as outras travarem, você pode continuar com o que estava lendo/jogando/escrevendo
  4. A página principal é uma função que mostra as suas 9 páginas mais visitadas
  5.  Conforme ele vai sendo mais usado, as pesquisas ficam mais próximas do que você REALMENTE está procurando o/

Para baixar clique aqui

Até Quando?

•setembro 1, 2008 • Deixe um comentário

Hoje to sem criatividade…

o que eu vejo….

Eu vejo na televisão
A tropa invadindo o complexo do alemão
eu leio nos jornais, novas noticias de guerras mortais
Eu vejo muita corrupção
Enquanto irmão, mata irmão
O bonde dos amigos invadindo
o bonde dos irmãos

Tanta guerra pra nada, nada, nada.

Dobrando a favela, na madrugada
A unica luz que se vê, é a faisca de uma rajada
Dobrando a favela, na madrugada
O unico som que se ouve, é o apito de uma rajada
É fogo cruzado, é tiro pra tudo que é lado

Até quando???

Já chega, não!? Vivemos todo dia uma guerra civil disfarçada, e o pior, todos se acostumaram com isso! Hoje em dia é normal um irmão ser assasinado em nossa frente a queima roupa. Acontece todo dia, não!? E será que você tem que cruzar os braços e aceitar isso!? Afinal, “essa é a realidade do Brasil” como uns dizem. Será que estamos fadados a viver essa realidade pro resto de nossas vidas?

O mundo está todo armado, é um palco. Será que você consegue ser o ator principal? Pelo menos da sua vida?

A barriga deles tá cheia, que tal faze-los sentir fome, como diz Bob!?

AHUhAhAU saiu isso ai.

desculpem os erros e o vocabulario, nao tava com paciencia pra formular o texto!

Review – Death Note 13 How to Read

•agosto 25, 2008 • Deixe um comentário

Esta edição de Death Note inclui capa especial, muitos
extras, descrição dos personagens, entrevistas e revela
todos os mistérios do mangá em um volume com 280
páginas.

Death Note é um mangá sobre um estudante do ensino
médio que descobre um caderno sobrenatural que o permite matar
qualquer pessoa ao escrever o nome dela no caderno enquanto tem em
mente seu rosto. A história da série conta as
tentativas do personagem Light Yagami em criar e liderar um mundo
livre de maldades usando o caderno e diversos conflitos acontecem
devido às ações do jovem, incluindo a
investigação pelo maior detetive do mundo, L.

Criado pela dupla Tsugumi Ohba (roteiro) e Takeshi Obata (arte), os
doze volumes que compõem a série foram lançados
em português pela JBC.

Com uma capa sobre capa especial, uma ilustração
colorida e muitas outras surpresas, este décimo terceiro
volume é uma verdadeira enciclopédia do mangá e
inclui biografia de personagens, resumo da linha temporal da
história, entrevista com os criadores, notas e
comentários de produção, extras e a
história piloto da série. Basicamente, tudo o que um
fã da história gostaria de saber.

As biografias dos personagens são tão detalhadas (e
muito bem ilustradas) que poderiam ser chamados de dossiês. E,
ao contrário do que se imagina, inclui mais que somente os
personagens centrais da trama: estão presentes todos os
shinigamis, os policiais, os oficiais e, além de revelar o
nome do misterioso detetive, ainda faz uma descrição de
seus terríveis hábitos alimentares e o conteúdo
de seu estômago.

Takeshi Obata aparece numa das seções de entrevistas
com o processo de criação de personagens e storyboard,
com diversos rascunhos feitos pelo artista. Ohba conta detalhes de
como criava a trama e uma entrevista conjunta detalha como foi o
processo de criação da dupla.

E, mesmo se alguém nunca ouviu falar do mangá, Death
Note How to Read 13 oferece algo essencial: dentro desta
enciclopédia há o “Mangá Piloto”
feito em 2003. Uma história que introduziu o conceito da trama
de uma forma meio assustadora, mas interessante e agradável

Review – Hellsing

•agosto 9, 2008 • Deixe um comentário

Sucesso no Japão, mangá que conta as aventuras do
vampiro caçador de monstros chega ao Brasil

Ousado, polêmico, transgressor e com grandes doses de sangue.
Com essa fórmula, Hellsing, de Kouta Hirano, tornou-se um dos
quadrinhos japoneses mais prestigiados nos últimos tempos.
Cada nova edição mostra o vampiro Alucard no
encalço de criaturas das trevas que pretendem fazer da
humanidade sua refeição.

A Agência Hellsing, ou Ordem Real dos Cavaleiros Protestantes,
é uma organização que tem a missão de
acabar com criaturas que ameaçam o Império
Britânico e a Igreja Protestante. Integra é a herdeira
da família Hellsing designada para dirigir a
organização. Ela é a mestra de Alucard, a
“arma secreta” da agência que enfrenta ghouls (ou
carniçais) e vampiros sob seu comando.

Atualmente no volume 9 no Japão, Hellsing faz sucesso em seu
país de origem desde 1997 quando foi lançado na revista
Young King OURS, da editora Shonen Gahosha. E agora, pela primeira
vez, mais esse grande sucesso chega ao Brasil pela JBC.

Em 2001 foi feita uma versão animada do mangá. A
série em anime teve 13 episódios assinados pela
estúdio Gonzo, e é vista no Brasil no canal Animax. A
animação repercutiu com grande sucesso no Japão
e posteriormente foi exibida em países como Estados Unidos,
Argentina, México e Brasil com igual êxito. Outro ponto
forte de Hellsing é sua trilha sonora, considera uma das
melhores já feitas para um anime.

Em 11 de fevereiro de 2006, foi lançado o primeiro
episódio de uma esperada série em OVA, também
conhecida como “Hellsing Ultimate” nos Estados Unidos, produzida
pelos estúdios Satelight. Essa coletânea, lançada
em DVD, possui quatro episódios de 50 minutos e reproduz
volumes inteiros do mangá com máxima fidelidade e
modernas técnicas de animação – apesar de
haver certa confusão, os OVAs são uma série a
parte, e não uma continuação do anime da
televisão.

No momento uma nova série está em
produção no Japão e deverá seguir uma
linha diferenciada de sua antecessora, que somente segue parte da
história contada no mangá.

Checklist de Mangás – Agosto/2008

•agosto 8, 2008 • Deixe um comentário

Este mês, 2 lançamentos que na minha opinião valem a pena investir: Blood+ e Trigun Maximum, Delivery Service of Corpse muda para trimestral, e a série Conde Cain/God Child acaba esse mês, o especial Death Note: How to Read foi lançado e se parece muito com o Love Hina Infinity tanto no formato quanto no preço. No mais, a NewPop e a Lumus encerram Tarot Café, e iniciam a publicação de Ark Angels e The Dreaming – Sonho Macabro. Espero que apreciem o/

 

One Piece # 69 (revista mensal, formato 13,4 x 20,2 cm, 112 páginas, R$ 6,30, distribuição nacional) * Lançamento reprogramado para este mês

Ooru # 3 (revista bimestral, formato 13,4 x 20,2 cm, 176 páginas, R$ 12,90, distribuição setorizada)

Nausicaä 5 (edição especial, formato 18,2 x 25,7 cm, 144 páginas, R$ 29,90, distribuição setorizada, comic shops e livrarias)

Delivery Service of Corpse # 3 (série trimestral, formato 13,4 x 20,2 cm, 208 páginas, R$ 12,90, distribuição setorizada)

Tsubasa Reservoir Chronicle # 19 (revista mensal, formato 12 x 18 cm, 96 páginas, R$ 6,90, distribuição setorizada, comic shops e livrarias)

Hunter X Hunter # 7 (revista mensal, formato 13,5 x 20,5 cm, 192 páginas, R$ 10,90, comic shops e livrarias)

Death Note # 13 (revista bimestral, formato 13,5 x 20,5 cm, 280 páginas, R$ 19,90, comic shops e livrarias)

FullMetal Alchemist # 33 (revista mensal, formato 11,4 x 17,7 cm, 96 páginas, R$ 6,90, distribuição setorizada, comic shops e livrarias)

Inu-Yasha # 106 (revista mensal, formato 11,4 x 17,7 cm, 96 páginas, R$ 6,90, distribuição setorizada, comic shops e livrarias)

Yu-Gi-Oh # 21 (revista mensal, formato 11,4 x 17,7 cm, 192 páginas, R$ 10,90, distribuição setorizada, comic shops e livrarias)

Nana # 2 (revista mensal, formato 13,5 x 20,5 cm, 192 páginas, R$ 10,90, distribuição setorizada, comic shops e livrarias)

Helsing # 2 (revista mensal, formato 13,5 x 20,5 cm, 120 páginas, R$ 6,90, distribuição setorizada, comic shops e livrarias)

Utena # 4 (revista mensal, formato 11,4 x 17,7 cm, 120 páginas, R$ 5,90, distribuição setorizada, comic shops e livrarias)

Negima # 25 (revista mensal, formato 12 x 18 cm, 96 páginas, R$ 6,90, distribuição setorizada, comic shops e livrarias)

 

Naruto # 16 (revista mensal, formato 13,7 x 20 cm, 192 páginas, R$ 9,90, distribuição setorizada)

Trigun Maximum # 1, de Yasuhiro Nightow (revista mensal, formato 13 x 18 cm, 192 páginas, R$ 9,90, distribuição setorizada) 

Galism # 4 (série em seis volumes, formato 13,7 x 20 cm, 192 páginas, R$ 9,90, distribuição setorizada)

Berserk # 39 (revista mensal, formato 13 x 18 cm, 128 páginas, R$ 5,90, distribuição setorizada) * Lançamento reprogramado para este mês

Angel Sanctuary # 39 (revista mensal, formato 11,4 x 17,7 cm, 112 páginas, R$ 5,90, distribuição setorizada) * Lançamento reprogramado para este mês

Colégio Ouran Host Club # 3 (revista mensal, formato 11,4 x 17,7 cm, 192 páginas, R$ 9,90, distribuição setorizada)

Full Metal Panic! Sigma # 2 (revista bimestral, formato 13 x 18 cm, 176 páginas, R$ 9,90, distribuição setorizada) * Lançamento reprogramado para este mês

Kare First Love # 4 (série mensal em dez volumes, formato 13,7 x 20 cm, 192 páginas, R$ 9,90, distribuição setorizada)

Bleach # 14 (revista mensal, formato 13,7 x 20 cm, 192 páginas, R$ 9,90, distribuição setorizada)

Conde Cain # 13 – God Child 8 (série em 13 volumes, formato 11,4 x 17,7 cm, 192 páginas, R$ 9,50, distribuição setorizada)

Gantz # 14 (revista mensal, formato 13 x 18 cm, 232 páginas, R$ 9,90, distribuição setorizada)

Blood+ # 1, de Asuka Katsura e Production I.G·Aniplex (revista bimestral, formato 13 x 18 cm, 208 páginas, R$ 9,90, distribuição setorizada)

Chrno crusade # 1, de Daisuke Moriyama (revista bimestral, formato 13 x 18 cm, 208 páginas, R$ 9,90, distribuição setorizada) 

Full Metal Panic! Sigma # 3 (revista bimestral, formato 13 x 18 cm, 176 páginas, R$ 9,90, distribuição setorizada)

Homunculus # 3 (revista bimestral, formato 13,7 x 20 cm, 208 páginas, R$ 9,90, distribuição setorizada)

Black Lagoon # 2 (revista bimestral, formato 13,7 x 20 cm, 208 páginas, R$ 9,90, distribuição setorizada)

The Dreaming – Sonho Macabro # 2 (série em três volumes, formato 12,7 x 19 cm, 192 páginas, R$ 10,00, distribuição nacional, comic shops e livrarias)

The Dreaming – Sonho Macabro # 1 (série em três volumes, formato 12,7 x 19 cm, 192 páginas, R$ 10,00, distribuição nacional, comic shops e livrarias)

Ark Angels # 2 (revista mensal, formato 12,7 x 19 cm, 176 páginas, R$ 10,00, distribuição em bancas de São Paulo e Rio de Janeiro, comic shops e livrarias) * Este lançamento é em parceria com a editora NewPop

Ark Angels # 1 (revista mensal, formato 12,7 x 19 cm, 176 páginas, R$ 10,00, distribuição nacional, comic shops e livrarias) * Este lançamento é em parceria com a editora NewPop

Tarot Café # 7 (revista mensal, formato 19 x 12,7cm, 176 páginas, R$ 10,00, distribuição nacional, comic shops e livrarias) * Este lançamento é em parceria com a editora NewPop e foi reprogramado para este mês